De férias na Ilha da Madeira, que fazer?

Certamente que já lhe falaram em Levadas (canais de irrigação). Uma das opções poderá ser escolher uma para um passeio pedestre inesquecível. Entre as mais belas, está a Levada da Serra do Faial, percurso entre o Ribeiro Frio e a Portela. É desta que vos vou falar. Percurso que apesar de não ser perigoso requer alguns cuidados e onde convém estar minimamente equipado, sobretudo se o tempo estiver húmido.

Chegados ao Ribeiro Frio, tempo para visitar o parque onde poderá encontrar um viveiro de trutas, seguido de um saltinho ao miradouro dos Balcões, cerca de 3Km que podem facilmente ser vencidos em 45 minutos e efectuados por qualquer pessoa, já que não apresenta qualquer nivel de dificuldade. Depois, pode retemperar forças num dos cafés do Ribeiro Frio, antes do início dos 11Km que o levarão á Portela.

Inicie o passeio na vereda á direita, logo abaixo do café típico. Verá uma tabuleta indicando a Portela, siga esta direcção e logo abaixo após a ponte encontrará a levada, que nesta secção é chamada de Levada do Furado. Após os primeiros 20 minutos dá já para aferir das suas capacidades, pois se começar a sentir dificuldades o melhor é mesmo voltar para trás.

Agora está dentro da Laurissilva, podendo apreciar as várias espécies que a compõem em termos de fauna e flora. Numerosos endemismos ao nível dos estratos arbustivos e herbáceas podem ser observados ao longo deste percurso. Em termos de fauna destaque-se a grande variedade de invertebrados – moluscos e insectos – endémicos da ilha. Saliente-se da avifauna, o Pombo Trocaz, ave emblemática da Laurissilva.

No que concerne á caminhada , convém referir que a partir de determinada altura é necessário atravessar vários ribeiros, sendo mais fácil de os transpor por dentro destes, isto é, abandonando a levada por alguns metros. Esta é a razão principal pela qual é mais seguro efectuar este percurso – Ribeiro Frio Portela – num grupo organizado acompanhado de um guia.

Em dias sem nebulosidade, é possível ver o maciço central, com destaque para os três picos mais altos da ilha – Areeiro, Torres e Ruivo. Mais á frente, para fazer passar a levada, outrora foi necessário cortar a rocha basáltica, trabalho louvável efectuado com recurso à força braçal. Certamente maravilhas dignas de registo fotográfico.

Chegados á casa da água – designação dada á torre que encontramos ao Km8 – é tempo de descer até aos Lamaceiros, seguindo a pequena Levada da Portela e deixando a levada principal para trás. Acrescente-se que esta última segue em frente em direcção ao Santo da Serra e Camacha, adoptando a partir daqui o nome de Levada da Serra do Faial.

Já nos Lamaceiros, impõe-se uns minutos de repouso, podendo aproveitar para observar as lindas flores que por aí abundam num jardim da responsabilidade dos florestais. Depois, desça seguindo sempre a estrada, onde pode observar a antiga levada construída em pedra. Após umas centenas de metros encontrará um miradouro onde pode observar o Porto da Cruz, Penha d’ Águia e o Faial. Daqui e até á Portela siga as placas indicativas, tendo em atenção que na última descida deve dobrar os cuidados, pois as muitas raízes existentes que cruzam o solo podem causar quedas.

Chegados á Portela pode visitar o pequeno mercado de flores ou escolher entre os vários restaurantes e comer algo ou tomar uma bebida.

Leave a Reply